Paraíso Brasileiro

ABROLHOS  

Live Aboard

Abrolhos

23/10 A 25/10 DE 2020

Abrolhos

Além de resguardar porção significativa do maior banco de corais e uma grande biodiversidade marinha do Atlântico Sul, o Parque de Abrolhos protege o principal berçário das baleias jubarte no Atlântico Sul, que migram para o Banco dos Abrolhos para ter seus filhotes.

Espécies de tartarugas marinhas ameaçadas de extinção como as tartarugas de couro, cabeçuda, verde e de pente também se refugiam no parque, além de aves marinhas como a grazina do bico vermelho, os atobás branco e marrom, as fragatas, beneditos entre outros, incluindo pequenas aves migratórias do Hemisfério Norte.

O arquipélago é formado por cinco ilhas sendo as principais a Ilha de Santa Bárbara, onde se encontra o farol e a ilha de Siriba.

.

Mergulhos:

Chapeirões

O que você não pode deixar de ver em Abrolhos são os exclusivos chapeirões, como são chamadas as grandes estruturas endêmicas, em forma de cogumelo, e que permitem mergulhos ao redor e em seu interior.

O mais famoso é o Chapeirão Faca Cega, com 35 metros de altura e um salão interior, onde é possível mergulhar, em meio a espécies endêmicas que só existem em Abrolhos, como o coral-cérebro da Bahia.

Em uma mesma viagem é possível mergulhar em chapeirões de dimensões que variam de 15 metros, como os Chapeirinhos da Sueste; e o Chapeirão Atobá, a 25 metros, no Parcel dos Abrolhos.

Naufrágios

A surrealidade cênica segue em naufrágios que podem ser explorados por mergulhadores com certificações básica ou avançada.

A primeira parada é no Rosalinda, um cargueiro italiano que naufragou em Abrolhos, em 1955. A uma profundidade de até 20 metros, a embarcação ainda tem preservadas a roda de leme e a carga de cimento que o navio levava no porão.

Outro ponto que merece ser incluído no roteiro de mergulhos é o Guadiana, afundado em 1885.

Endereço:

Av. Pedro Ramos, 385 - Centro, Guarapari ES, 29200-700

Contate-nos
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube